Skip links

Cidades membros do Pacto Global de Prefeitos apresentam suas ações climáticas durante o evento Conexão pelo Clima

As cidades de Recife (Brasil), Cantão de Belén (Costa Rica) e Bogotá (Colômbia) participaram hoje no primeiro dia do evento Conexão pelo Clima, 2° Feira Latino-americana de Negócios do Clima e Summit Climate Ventures, organizado pela CDP, O mundo que queremos e Climate Ventures. As cidades membro do Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia (GCOM) apresentaram seus avanços em soluções locais para a resiliência do clima, implementando ações de adaptação e mitigação às mudanças climáticas.   

O Coordenador do Pacto Global de Prefeitos para as Américas (GCOM), Jordan Harris, conduziu a mediação da reunião. Jordan destacou que a região latino-americana é uma das mais vulneráveis ​​às mudanças climáticas no mundo e que o GCOM trabalha para fortalecer as capacidades das cidades da região para que elas possam ter acesso ao financiamento e avançar em suas ações climáticas.

A prefeitura do Recife, por meio de seu Diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos Ribeiro, destacou o projeto “Jardim Filtrante Canal do Cavouco”, uma iniciativa de soluções baseadas na natureza para o tratamento de resíduos, que incorpora o desenho de um parque e promove a biodiversidade desde o Rio Cavouco até o Rio Capibaribe. Os jardins representam uma grande ajuda para a resiliência ambiental, pois aumentam a oxigenação da água.

O Cantão de Belén, com a participação da representante da Unidade Ambiental, Dulcehé Jiménez Espinoza, apresentou o projeto “Tarifas de serviços ambientais para a preservação dos recursos hídricos”. Durante sua apresentação, Dulcehé destacou os riscos climáticos presentes em Belén, como chuvas extremas, inundações, deslizamentos de terra e contaminação dos recursos hídricos. Para superar essas dificuldades e garantir os benefícios do ecossistema, o município desenvolveu uma matriz de compra de terras perto das nascentes, fez um estudo da pegada da cidade e concluiu um plano de financiamento e monitoramento.

Em Bogotá, o projeto destacado pela Diretora Distrital de Relações Internacionais da Cidade de Bogotá, Luz Amparo Medina Gerena, propõe que o município avance nas seguintes ações climáticas: a declaração de emergência climática, o desenvolvimento de seu plano de ação climática para o adaptação, o plantio de mais de 800 mil novas árvores e o projeto “Mulheres que rebrotam”, uma iniciativa para fortalecer as capacidades das mulheres em condições de vulnerabilidade em matéria de conservação, proteção e recuperação dos ecossistemas naturais de a cidade. O projeto inclui restauração e manutenção, jardinagem, propagação de indivíduos vegetais e jardins agroecológicos.

Marco Aurélio Lobo, o Coordenador do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia do Brasil, salientou que as cidades terão de se transformar e que as redes governamentais e além são essenciais para essa transformação. “A possibilidade de transformar a sustentabilidade em cidades de todo o mundo está em nossas mãos”, disse Marco. 

O evento segue até 28 de outubro. Acesse mais informações: https://hybri.online/conexaopeloclima/lobby

Return to top of page